Blogs

Eisentofi

Um brinde ao Capitão Bendix!

Robinson Crusoé falava português, se naturalizou brasileiro, morou na Bahia

Um dos mais célebres e populares romances de todos os tempos, o primeiro em língua inglesa, o livro que inaugurou um gênero - a narrativa autobiográfica ficcional que hoje chamamos de romance -, trazia em seu frontispício o título e o resumo da história, como era comum na época:
 
Leia mais

I love you but

Na Protásio Alves, voltando do almoço, um par me chama atenção. Uma mulher negra, talvez menos de 30, segurando pelo braço uma senhora de idade, branca, que caminhava com dificuldade. Leia mais

Fora o cachorro e dentro do cachorro.

Qual a melhor tradução para esta piada do Groucho Marx?
 
Outside of a dog, a book is a man's best friend. Inside of a dog it's too dark to read.
 
Primeira tentativa: Leia mais

Fora o cachorro, o livro é o melhor amigo do homem. Dentro do cachorro é muito escuro para ler.

Educação e justiça social

Do começo? Os tupis e tupinambás já andava por aqui faz tempo quando os portugueses chegaram, em 1500.  Os portugueses tinham armas, germes e aço e tomaram posse do território, começaram a explorar sua colônia e trouxeram da África milhares de escravos. Leia mais

Trabalhos de amor perdidos

A comédia “Trabalhos de amor perdidos” (Love’s Labour’s Lost, 1595) é um dos raros argumentos originais de Shakespeare, não há fonte conhecida (os outros são Sonhos de Leia mais

Cara de golpe, jeito de golpe, cheiro de golpe.

Já cansei de recomendar a palestra de Ivan Krastev, um filósofo político búlgaro, muito inteligente e engraçado, tem legendas, vamos lá pessoal, são só 20 minutos de raciocínio sem gritos, raciocinar pode ser tão divertido quanto tuitar! (o link para a palestra está no final.)
  Leia mais

Obrigado, Ettore

É doloroso, mas no fundo acho que eu gosto quando um HD para de funcionar. Descontadas as horas (ou meses) de trabalho perdidas, um incidente como este sempre nos ajuda a lembrar que o mundo virtual continua tendo uma base física, sujeita à lei da gravidade, à dor de dente, quem sabe à luta de classes.
  Leia mais

Nós que amávamos tanto Ettore Scola

Se você gosta muito de cinema já deve ter feito um dia a sua lista de filmes preferidos, e se não fez faça, é divertido. Eu fiz muitas, muitas vezes, por muitos anos, e sempre mantive no topo, como o meu filme preferido, Nós que nos amávamos tanto, de Ettore Scola. Vi o filme muitas vezes. Leia mais

Divulgar conteúdo

Tags